Notícias

Governo irá investir mais de R$ 40 milhões no saneamento básico do Tocantins

Os programas e ações da ATS beneficiam todas as regiões e atendem 300 mil pessoas na zona urbana dos 77 municípios que estão sob sua responsabilidade e 400 mil pessoas na zona rural dos 139 municípios

O desempenho da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) desde o início desta gestão tem ido além das expectativas, proporciona resultados positivos e atende a missão do órgão de promover a universalização do saneamento através de investimentos na infraestrutura e melhoria da qualidade dos serviços de abastecimento de água e esgoto sanitário, garantindo a sociedade tocantinense o acesso aos serviços essenciais visando à melhoria da qualidade de vida.

ATS

Os programas e ações da ATS beneficiam todas as regiões e atendem 300 mil pessoas na zona urbana dos 77 municípios que estão sob sua responsabilidade e 400 mil pessoas na zona rural dos 139 municípios.

Investimentos

Para este ano e 2018, o Governo do Tocantins irá investir R$ 15 milhões na perfuração de poços e aquisição de 80 novos reservatórios, investimento de R$ 6 milhões. Mais R$ 9 milhões para aquisição de bombas e R$ 6 milhões para manutenção dos poços.

Em infraestrutura para melhoria da qualidade da água, serão R$ 3,5 milhões. Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e uniformes para os operadores de saneamento somam a quantia de R$ 200 mil. A frota de veículos do órgão será estruturada. Serão R$ 780 mil para compra de motos, R$ 280 mil caminhão muck e caminhão baú, R$ 120 mil.

Serão adquiridos ainda, dois aparelhos geofone no valor de R$ 30 mil, três kits de roçagem no valor de R$ 21 mil, 77 kits de mobiliário e equipamentos de informática no valor de R$ 380 mil, insumos e materiais para perfuração de poços no valor de R$ 350 mil. O total de investimentos previstos, até o final desta gestão ultrapassam R$ 40 milhões.

Problemas de abastecimento de água nas cidades e na zona rural

O governador Marcelo Miranda tem destacado a prioridade de seu governo em solucionar os problemas de abastecimento de água nas cidades e na zona rural. Em março deste ano o Governo do Tocantins, em parceria com o governo federal, adquiriu uma máquina que perfura poços artesianos para que todos os tocantinenses tenham acesso à água potável, diminuindo assim, o déficit no abastecimento.

O presidente do órgão, Eder Fernandes, destaca que, ao assumir a pasta em 2015, o combate à seca tem sido priorizado.

Para minimizar os efeitos da estiagem, sobretudo na região sudeste, o órgão tem realizado a perfuração de poços artesianos, cumprido o cronograma de implantação das cisternas e pequenas barragens e, de caráter emergencial, os caminhões-pipa têm atendido as demandas das localidades onde há situações críticas por causa da maior demanda dos usuários e das poucas alternativas para captação de água.

Combate à seca

Com aproximadamente 95% de instalação, as cisternas que armazenam água da chuva, e as pequenas barragens que auxiliam o homem do campo, o executivo estadual tem atuado com eficácia para solucionar o problema de abastecimento na região durante a estiagem.

Para Eder Fernandes, o conjunto perfuratriz será de fundamental importância no combate à seca, sobretudo na região sudeste, que sofre anualmente com a escassez de água. “Vamos realizar um mutirão de perfuração de poços artesianos em todos os municípios. A previsão é que até o final do próximo ano, nessa gestão do governador Marcelo Miranda, já tenha amenizado significativamente a escassez de água na zona rural”, ponderou.

Perfuratriz

Recursos na ordem de R$ 1,5 milhão foram aplicados em equipamentos, e a aquisição de mais um conjunto perfuratriz está em licitação, para atender a demanda dos municípios sob gestão da ATS e zona rural dos 139 municípios.

Só em 2017 a Agência de Saneamento recebeu 173 solicitações para perfuração de poços artesianos. A previsão é de que, para cada poço de aproximadamente 150 metros de profundidade, haja a necessidade de um investimento de R$7 mil da ATS, ficando sob responsabilidade do município: bomba, padrão de energia, ligação de energia e quadro de comando.

Programa Água para Todos

Milhares de moradores das comunidades rurais da região sudeste do Tocantins já foram beneficiados com o programa executado pela ATS, com recursos do Ministério da Integração Nacional. Até este mês, das 11.050 cisternas, 10.900 foram entregues às famílias. Deste total, 10.470 estão devidamente instaladas. O que representa o percentual de 94,7% executado até este mês.

O programa contempla os 27 municípios que compõem o sudeste tocantinense, castigado há anos pela severa estiagem. O valor total do investimento é de R$ 75.142.678,00.

Dentro do Programa Água para Todos, o Governo do Tocantins entregará ainda 135 pequenas barragens para acúmulo da água da chuva. Os municípios do sudeste foram divididos em polos e até este mês, 77 pequenas barragens foram executadas, o que representa 57% do total. Benefício a três mil pessoas da zona rural. Investimento total será de R$ 6.600.000,00.

Educa Sanear

No programa Educa Sanear, a ATS leva aos municípios onde opera o serviço de abastecimento de água, ações voltadas à preservação ambiental, promoção da saúde e qualidade de vida à população.

Realizado a partir de convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de R$ 902.500,00 com contrapartida do Estado, já beneficiou até este mês os municípios de: Sandolândia, Aurora e Crixás.

Outros municípios serão contemplados até o final deste ano, são eles: Riachinho, Divinópolis, Sampaio, Bernardo Sayão, Brasilândia, Recursolândia, Jaú do Tocantins, Santa Tereza, Santa Rosa e Novo Jardim.

Extensão de redes de água

Foram executados mais de 57 mil metros de Rede de Extensão de Água (RDA) em 36 municípios. Investimento de R$ 2.277.666,08. Benefício a cinco mil consumidores.

Urbanização de áreas

Foram executados em 22 municípios, reforma e ampliação das unidades operacionais. Investimento de R$ 1.085.826,01.

Poços perfurados

Foram perfurados 14 poços artesianos em 11 municípios, valor investido de R$ 980 mil.

Sistemas de abastecimento de água

Foram beneficiadas 19 comunidades rurais em 17 municípios com os Sistemas Coletivos de Abastecimento de Água (SCAA) que são compostos por poço artesiano, bomba, clorador e rede de distribuição de água.

Matéria original O Girassol.


Fonte: Saneamento Básico