Pipe Jacking

Pipe Jacking é uma nomenclatura usualmente empregada para descrever a instalação de tubos pelo método não destrutivo.


Adotado com frequência em grandes centros urbanos em quase todo o mundo, esse método passou a ter importância decisiva na execução das obras. Consiste na execução túneis através da "cravação" de tubos de concreto de alta resistência, destinados a vários tipos de redes de infraestrutura como, drenagem pluvial, esgotamento sanitário, galerias técnicas etc.


O pipe jacking permite a execução de obras em áreas urbanas densamente ocupadas, sem que ruas sejam interditadas, edificações desapropriadas, trânsito interrompido, entre outras externalidades geradas pela abertura de valas.


O processo é executado por meio da construção de dois poços, um de inserção dos tubos e outro de recepção. A escavação do trecho é feita por uma couraça metálica, chamada shield, e atrás dela é iniciado o processo de cravação dos tubos individualmente, um por vez, até que o shield atinja o poço de recepção.


Esse sistema apresenta outras vantagens tais como, tipos e versatilidade dos equipamentos de cravação que permitem a execução dos túneis em terrenos maciços, arenoso e argilosos, na presença ou não de água, podendo inclusive transpor múltiplos obstáculos em superfície.


Os tubos de concreto destinados a esse tipo de instalação são regulamentados pela Norma Brasileira ABNT NBR 15319/2007 – “Tubos de concreto de seção circular, para cravação – Requisitos e Métodos de Ensaio” e possuem processo de fabricação diferenciado, visto que são produtos submetidos a esforços diferentes dos tubos de concreto ordinários. O método da cravação de tubos exige com que os tubos, além de serem dimensionados para suportar esforços ao logo de seu diâmetro, tenham seu dimensionamento previsto também para suportar esforços de compressão axial.

Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré  |  São Paulo - SP - Brasil  |  CEP: 05347-902  |  Tel.: (11) 3763-3637  |  © 2018 - FFW Propaganda