Vantagens Competitivas

Os tubos e aduelas pré-moldados em concreto possuem inúmeras vantagens competitivas decorrentes de suas características.
Desenvolvimento da Economia Local

Devido em geral se situarem próximas do local das obras, as fábricas de tubos e aduelas de concreto são responsáveis pelo desenvolvimento local através da geração de empregos e arrecadação de impostos.

Cada fábrica possui uma grande quantidade de funcionários, os quais se dividem em:

• Direção gerencial e administrativa

• Engenheiro responsável

• Laboratorista

• Encarregado de produção

• Encarregado pela manutenção

• Chefes de setores

• Operadores de máquinas e equipamentos

• Responsável pelo carregamento

• Expedição

• Compras

• Almoxarifado

• Pós-vendas



Resistência Mecânica

Os tubos e aduelas de concreto são estruturas rígidas e autoportantes, ou seja, têm capacidade própria de resistir aos esforços solicitantes decorrentes de cargas que atuam sobre o sistema.

Podem ser dimensionados com diversas espessuras de paredes e armaduras, para atendimento de condições de utilização específicas de cada obra.

O cuidado com a acomodação do tubo de concreto (berço e compactação) impacta na escolha da classe de resistência mecânica necessária para a peça. Quanto maior, menor a classe necessária e, consequentemente, quanto menor o cuidado, maior será a classe de resistência mecânica.

Outra vantagem é que pode ser utilizado o próprio solo do local (que inicialmente iria para “bota-fora”), para assentamento das peças, não sendo necessário importar um material de melhor qualidade para executar a obra.



Sustentabilidade

O concreto é um material totalmente reciclável, não tóxico e não contaminante do meio ambiente, adequando-se desta maneira as exigências do ponto de vista ambiental e propiciando uma melhor qualidade de vida.

Por serem peças pré-fabricadas, os tubos e aduelas de concreto, são fornecidos para as obras prontos para serem instalados e não ocupam espaço desnecessário no canteiro de obra. Isso confere mais agilidade e também auxilia o cumprimento do cronograma da obra como um todo, uma vez que o processo produtivo não sofrerá interferências de fatores climáticos, os quais muitas vezes podem atrasar alguns meses a entrega de uma obra.

A pré-fabricação também confere mais segurança ao processo, visto que os produtos que não atendem aos ensaios laboratoriais previstos em Norma são automaticamente rejeitados e substituídos por peças novas, em conformidade com os parâmetros de qualidade exigidos. Além disso, evita a perda de matéria-prima por superdimensionamento das peças ou por mau acondicionamento no canteiro de obras, culminando na redução física desse espaço.



Características Resistentes do Concreto

As características resistentes do concreto melhoram no decurso atemporal, o que se traduz em uma maior garantia de resistência estrutural a longo prazo.

Esta constatação é fundamental na análise dos projetos de grande responsabilidade técnica e econômica e precisa ser levadas em consideração quando da análise comparativa dos sistemas.



Resitência ao Fogo

O concreto tem uma grande resistência ao fogo, tornando-o interessante para ser utilizado nas rodovias no Brasil, por conta das queimadas. Segundo o DER (dados de 2008), somente no estado de São Paulo, existe uma média de 2.000 queimadas ao ano nas beiras de rodovias.



Exposição Solar

Os tubos de concreto podem ser expostos à radiação solar, principalmente no canteiro de obra, pois não perdem suas características de resistência mecânica.



Tipo de Assentamento

Os tubos de concreto podem ser assentados em condição de vala, aterro (projeção positiva ou negativa) ou cravação (pipe jacking). Da esquerda para direita, assentamento na condição de vala, aterro e cravação:



Intercambialidade entre Peças

Os tubos e aduelas possuem Norma Técnica ABNT, que assegura as características desejáveis para esses produtos, como: qualidade, segurança, confiabilidade, eficiência e intercambialidade.

A Norma padroniza as dimensões da peça o que facilita a intercambiabilidade na hora de substituição de um produto em obra.

Solicitar produtos que contenham Normas Técnicas cria uma medida de proteção ao consumidor quanto a maus desempenhos dos produtos, e torna o desenvolvimento, a fabricação e seu fornecimento mais eficientes, mais seguros e mais sustentáveis, promovendo o comércio justo sobre uma mesma base técnica.



Recomendações Gerais para Tubos de Concreto

O tubo de concreto, assim como qualquer outro artefato de concreto, também possui suas particularidades e cuidados, portanto, fazemos as seguintes recomendações:

- A norma utilizada para verificação da qualidade dos tubos de concreto é a ABNT NBR 8890, portanto, qualquer avaliação da qualidade deve ser baseada nesta norma, que é reconhecida tecnicamente em todo o território nacional.

- É recomendado que sejam solicitados todos os ensaios preconizados nesta Norma.

- A obra deve ser executada exatamente de acordo com o que foi definido previamente em projeto, pois apesar de serem peças autoportantes, os tubos e aduelas são projetados estruturalmente para atender àquela determinada situação específica.

- O assentamento dos tubos deverá seguir paralelamente à abertura da vala, de jusante para montante, com a bolsa voltada para montante. A descida dos tubos na vala deve ser feita cuidadosamente, manualmente ou com o auxílio de equipamentos mecânicos. Os tubos devem estar limpos internamente e sem defeitos.



- No momento do acoplamento, os tubos devem ser suspensos sempre pelo diâmetro externo por cabos de aço ou cinta, verificando-se o alinhamento dos extremos a serem acoplados.


- Cuidado especial deve ser tomado principalmente com as bolsas e pontas dos tubos, contra possíveis danos na utilização de cabos e/ou tesouras.


- Quando os tubos tiverem junta elástica, deve-se observar se os anéis de borracha estão posicionados corretamente e, se após o acoplamento, não há a necessidade de realizar o rejuntamento.

- Caso os tubos tenham junta rígida, após o acoplamento, deve-se executar o rejuntamento pelo lado externo com a utilização de argamassa de areia e cimento. Para tubos com diâmetro nominal interno de 800 mm em diante, recomenda-se também o rejuntamento interno.

- O aterramento deve ser feito com material compatível e com o nível de compactação adequado. Cuidados especiais deverão ser tomados com o reaterro inicial ao lado dos tubos, pois normalmente o local é de difícil acesso, dificultando a compactação do solo.



Para assentamento de tubos ponta de bolsa, o procedimento correto é escavar o local onde será assentada a bolsa do tubo.

Todo o corpo do tubo deve estar apoiado no solo, não somente a bolsa, e o solo deve estar nivelado, exceto na região da bolsa, que deve ser escavada para melhor acomodação do tubo.

- O material do reaterro deverá ser lançado em camadas de no máximo 20 cm, com umidade próxima da ótima, e compactado com equipamento manual tipo "sapo-mecânico", até uma altura mínima de 80 cm sobre a geratriz superior do tubo, quando poderá ser compactado com equipamento autopropelido.

- Antes de iniciar a compactação mecânica do reaterro com equipamento de grande porte, é importante que o engenheiro verifique se o tubo foi dimensionado para aquela determinada solicitação de carga.

- Deve-se ter cuidado ao utilizar as tabelas de determinação da classe de resistência dos tubos de concreto, em função da altura de aterro. É necessário verificar se todos os outros parâmetros são compatíveis, como: tipo de assentamento (se em vala ou aterro, em projeção positiva ou negativa); o tipo de berço considerado (se de concreto, primeira classe, comum ou condenável), se a vala está dentro do limite aceitável, se o tipo de solo em questão é compatível (solos argilosos, siltosos ou arenosos), assim como o estado de saturação (nível do lençol freático), por fim, se as cargas (permanentes e acidentais) são compatíveis com as consideradas na tabela.

Av. Torres de Oliveira, 76 - Jaguaré  |  São Paulo - SP - Brasil  |  CEP: 05347-902  |  Tel.: (11) 3763-3637  |  © 2018 - FFW Propaganda