faixa colaborador nova 2021.jpg

Pipe Jacking

Fermix - pipe jacking tratadas (2).jpg

O tubo de cravação (ou pipe jacking) é o tubo cuja instalação é realizada através do método não destrutivo (MND). Neste método são executados dois poços de visita (um para emboque e outro para desemboque), capazes de comportar a entrada do "Shield" (maquinário utilizado para execução do túnel) e o "macaco hidráulico" (maquinário utilizado para empurrar os tubos, um posterior ao outro).

 

Adotado com frequência em grandes centros urbanos em quase todo o mundo, esse método passou a ter importância decisiva na execução das obras. Consiste na execução túneis através da "cravação" de tubos de concreto de alta resistência, destinados a vários tipos de redes de infraestrutura como: esgoto sanitário e redes de telecomunicação, através de galerias técnicas, entre outros.

 

O pipe jacking permite a execução de obras em áreas urbanas densamente ocupadas, sem que ruas sejam interditadas ou edificações desapropriadas. Sua principal utilização se dá em lugares onde a paralisação do trânsito local é impossibilitada.

Por conta dos diferentes tipos e versatilidade dos equipamentos, é possível executar a obra em terrenos arenosos, argilosos, com pedregulhos, na presença ou não de água, podendo inclusive transpor múltiplos obstáculos situados em superfície.

 

Os tubos de concreto destinados a esse tipo de instalação são regulamentados pela Norma Brasileira ABNT NBR 15319 – Tubos de concreto de seção circular, para cravação – Requisitos e Métodos de Ensaio e possuem processo de fabricação diferenciado, visto que são produtos submetidos a esforços diferentes dos tubos de concreto ordinários. O método da cravação de tubos exige com que os tubos, além de serem dimensionados para suportar esforços ao logo de seu diâmetro, tenham seu dimensionamento previsto também para suportar esforços de compressão axial.